Príncipe Henri

PRÍNCIPE HENRI DE LIGNE

 

Sua Alteza o Senhor Henri Antoine Gabriël Wauthier Marie Lamoral de Ligne, Príncipe Hereditário de Ligne, Príncipe de Ligne, é atualmente o sétimo na linha de sucessão ao Trono e à Coroa do Brasil.

 

INFÂNCIA

Nascido no dia 1º de março de 1989, em Bruxelas (Bélgica), é o segundo filho do nobre belga Michel, 14º Príncipe de Ligne, e de sua esposa, a Princesa de Ligne, Dona Eleonora de Orleans e Bragança.

Registrado no Consulado-Geral do Brasil em Bruxelas, tem dupla-nacionalidade, belga e brasileira.

Seus padrinhos de batismo foram o seu tio paterno, o Príncipe Wauthier de Ligne, e a sua tia materna, a Princesa Dona Maria Thereza de Orleans e Bragança (Senhora Johannes Hessel de Jong).

Foi criado – junto de sua irmã, a Princesa Alix de Ligne – no Castelo de Beloeil, propriedade ancestral de sua Família na pequena cidade também chamada Beloeil, na Província de Hainaut, distante uma hora de Bruxelas.

 

FORMAÇÃO E ATIVIDADE PROFISSIONAL

Após concluir os seus estudos secundários no Colégio Saint-Benoît de Maredsous, na Província belga de Namur, ingressou na Universidade Maastricht (Países Baixos), onde em 2013 concluiu o curso de Direito, com um intercâmbio na Universidade de Salamanca (Espanha). Em 2014, concluiu o Mestrado em Direito Corporativo, também pela Universidade de Maastricht.

Presentemente, trabalha como advogado em Bruxelas.

Além do português e do francês, fala fluentemente inglês e compreende bem holandês e espanhol.

 

PRÍNCIPE HEREDITÁRIO DE LIGNE

Na condição de herdeiro aparente dos direitos de seu pai, irá eventualmente sucedê-lo como 15º Príncipe e Chefe da Casa de Ligne, herdando o vínculo de afeto e as obrigações que há seis séculos une sua Família à pequena cidade de Beloeil. Como futuro Senhor do Castelo de Beloeil, vem participando cada vez mais ativamente da administração da propriedade.

Sendo também dinasta brasileiro, é cioso de seus deveres para com o nosso País. Neste sentido, vem todos os anos ao Brasil, ocasionalmente passando aqui longas temporadas, de modo que é inteiramente integrado à cultura, às tradições e ao modo de ser do povo brasileiro.

Ademais, assim como seus duplos primos-irmãos, o Príncipe Dom Rafael e a Princesa Dona Maria Gabriela de Orleans e Bragança, deverá fazer um prestigioso casamento dinástico, de acordo com as melhores tradições da Família Imperial Brasileira.

 

A Família Imperial