Dom Rafael

DOM RAFAEL DE ORLEANS E BRAGANÇA,
PRÍNCIPE DO GRÃO-PARÁ

 

Sua Alteza Imperial e Real o Senhor Dom Rafael Antonio Maria José Francisco Miguel Gabriel Gonzaga de Orleans e Bragança, Príncipe do Grão-Pará, Príncipe do Brasil, Príncipe de Orleans e Bragança, é o terceiro na linha de sucessão ao Trono e à Coroa do Brasil.

 

INFÂNCIA

 

Dom Rafael nasceu a 24 de abril de 1986, no Rio de Janeiro, e é o terceiro dos quatro filhos do Príncipe Imperial do Brasil, Dom Antonio de Orleans e Bragança, e de sua esposa, a Princesa Dona Christine de Ligne de Orleans e Bragança.

Seus padrinhos foram seu tio paterno, o Príncipe Dom Francisco de Orleans e Bragança, e sua tia materna, a Condessa Philippe de Nicolaÿ (nascida Princesa Sophie de Ligne).

O Príncipe foi criado na Cidade Imperial de Petrópolis, na Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro, com seus irmãos, o saudoso Príncipe Dom Pedro Luiz e as Princesas Dona Amélia e Dona Maria Gabriela de Orleans e Bragança.

 

FORMAÇÃO E ATIVIDADE PROFISSIONAL

 

Dom Rafael estudou no Instituto Social São José e no Colégio Ipiranga (Petrópolis). Em 2010, concluiu o curso de Engenharia de Produção da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Depois de terminar o curso secundário, passou seis meses em Paris (França), trabalhando como vendedor em uma loja de departamentos. Durante o curso universitário, trabalhou como guia turístico no Rio de Janeiro, antes de estagiar, primeiro, em uma incorporadora imobiliária e, posteriormente, em uma multinacional do ramo de bebidas.

Formado, trabalhou nesta última empresa por dez anos, em escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Londres (Reino Unido). Atualmente, é sócio de uma empresa de consultoria com escritórios em Londres, onde reside no momento, e Nova York (Estados Unidos da América).

Além de português, o Príncipe fala fluentemente francês e inglês e compreende bem alemão e espanhol.

 

PRÍNCIPE DO GRÃO-PARÁ

 

No dia 15 de julho de 2022, seu tio, o Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança, tornou-se o Chefe da Casa Imperial do Brasil. Dom Antonio, na condição de herdeiro presuntivo dos direitos do irmão, tornou-se então o Príncipe Imperial do Brasil; e Dom Rafael, como único filho varão vivo de Dom Antonio, tornou-se o Príncipe do Grão-Pará.

Desde a infância, o Príncipe participa de Encontros Monárquicos e eventos correlatos. Também viaja por todo o Brasil, a fim de conhecer o País a fundo e travar contato com brasileiros de diferentes origens e pensamentos.

É ainda o Presidente da Juventude Monárquica do Brasil, cuja Vice-Presidente é sua irmã Dona Maria Gabriela.

 

GOSTOS E PASSATEMPOS

 

Esportista nato, Dom Rafael pratica regularmente golfe, tênis, squash e futebol, torcendo, neste último esporte, assim como toda a Família Imperial Brasileira, pelo Fluminense Football Club, do Rio de Janeiro.

Sempre gostou também de desenhar, e por isso fez curso de desenho quando mais novo, mas eventualmente perdeu a prática. É ainda grande apreciador de desenhos a lápis, sobretudo retratos, como os croquis de Leonardo da Vinci.

Nas poucas horas vagas que lhe proporcionam a intensa atividade profissional e a agenda de representação da Família Imperial, o Príncipe tem o hábito viajar, especialmente à Europa Oriental, Oriente Próximo e Sudeste Asiático.

 

HONRARIAS

 

Dom Rafael é Grã-Cruz das Imperiais Ordens de Pedro I e da Rosa (Casa Imperial do Brasil).

 

A Família Imperial

Linha de Sucessão ao Trono e à Coroa do Brasil