Pró Monarquia - Site Oficial da Casa Imperial do Brasil

S.A.R. DOM ANTÔNIO DE ORLEANS E BRAGANÇA
Dom-Antonio-.png

O Príncipe Dom Antônio de Orleans e Bragança é o sétimo filho de D. Pedro Henrique de Orleans e Bragança (Chefe da Casa Imperial do Brasil até 1981) e da Princesa D. Maria da Baviera de Orleans e Bragança, neto de D. Luiz de Orleans e Bragança (1878-1921), o Príncipe Perfeito, bisneto da Princesa Isabel, a Redentora, trineto de D. Pedro II, tetraneto de D. Pedro I, irmão e segundo sucessor de S.A.I.R. o Príncipe D. Luiz de Orleans e Bragança, atual Chefe da Casa Imperial do Brasil.

 

Assim, por linha paterna, descende o Príncipe D. Antônio, dos monarcas da Casa de Bragança, que reinaram em Portugal de 1640 a 1910, e no Brasil, de 1822 a 1889. Ainda pela mesma linha, provém ele da Casa Real da França, unida à Casa Imperial do Brasil pelo casamento do Príncipe Gastão de Orleans, Conde D'Eu com a Princesa Isabel. Por linha materna é bisneto do Rei Luiz III da Baviera, da Casa Real de Wittelsbach, uma das mais antigas da Europa.

 

Dom-Antonio-e-Dona-Christine.png

Dom Antônio ao lado de sua esposa
Da. Christine de Ligne de Orleans e Bragança

Brasileiro, nascido em Rio de Janeiro a 24 de junho de 1950, casou-se em 25 de setembro de 1981 com S.A. Da. Christine de Ligne, nascida em Beloeil (Bélgica) em 11 de agosto de 1955, filha do Príncipe Antônio de Ligne e da Princesa Alice de Luxemburgo.

 

Do feliz matrimônio nasceram-lhe quatro filhos: D. Pedro Luiz, Da. Amélia, D. Rafael e Da. Maria Gabriela.

Dom-Antonio-e-Dom-Rafael.png

Dom Antonio ao lado de seu Filho Dom Rafael de Orleans e Bragança, quarto da linha de sucessão ao Trono do Brasil.

 

Em 1976, diplomou-se em Engenharia Civil, Área de Projetos de Grandes Estruturas, pela Universidade de Barra do Piraí, ligada ao complexo da Companhia Siderúrgica Nacional.

 

Dom Antônio trabalhou como Engenheiro na construtora Adolpho Lindenberg. E, pela empresa alemã KWU, trabalhou como Engenheiro, durante oito anos, no programa nuclear brasileiro.

 

Artista nato, Dom Antônio especializou-se em pintar aquarelas. 

 

Em sua carreira artística já pintou mais de 500 aquarelas retratando sobretudo o colonial brasileiro. 

 

O Príncipe Dom Antônio ministra palestras, abordando especialmente questões monárquicas ou históricas, divulgando também os ideais monárquicos em escolas, universidades, encontros monárquicos, exposições de suas aquarelas e visitas a cidades, sempre em consonância com o Chefe da Casa Imperial do Brasil.